CARREGANDO...

Olá Visitante      Login   Cadastrar
 

Transfusão feto-fetal, síndrome da

Twin-twin transfusion syndrome

Ocorre em até 30% das gestações gemelares monocoriônicas diamnióticas. Caracteriza-se pela passagem desbalanceada de sangue de um feto (doador) para outro (receptor), por meio de anastomoses vasculares placentárias. As formas graves da doença invariavelmente apresentam a sequência anidrâmnio (feto doador)/polidrâmnio (feto receptor), com ou sem alterações doplervelocimétricas feto-placentárias, hidropisia no receptor ou óbito de um ou ambos os conceptos.

Considerando-se os casos com dois fetos vivos no momento do diagnóstico, o risco de óbito de pelo menos um deles diante da conduta expectante é de 70 a 100%.

Nessas ocasiões, danos neurológicos ocorrem em 25 a 35% dos sobreviventes, resultando de distúrbios hemodinâmicos e/ou da prematuridade.

As opções de conduta para pacientes com síndrome da transfusão feto-fetal (STFF) grave incluem a amniodrenagem seriada, a septostomia e a ablação dos vasos placentários com laser (AVPL).

As duas primeiras visam reduzir o polidrâmnio e prolongar a gestação, ao passo que a última tem por objetivo inativar as anastomoses que propiciam o desenvolvimento da doença.

Transfusão feto-fetal, síndrome da

Ginecologia & Obstetrícia Hematologia Pediatria

21

Artigo(s)
Relacionados
  • Ginecologia & Obstetrícia
  • Hematologia
  • Pediatria

Deseja ler sobre outras síndromes? Selecione abaixo a letra inicial da síndrome que você busca.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z