CARREGANDO...

Olá Visitante      Login   Cadastrar
 

Mirizzi, síndrome de

É a obstrução do ducto hepático comum secundária a compressão extrínseca devido a impactação de cálculos no ducto cístico ou no infundíbulo da vesícula.

É uma complicação não-usual da doença litíasica da vesícula biliar e ocorre em aproximadamente 1% de todos os pacientes com colelitíase.

É uma causa pouco freqüente de obstrução da via biliar, tendo sido encontada em 0,7 a 1,4% das colesistectomias ocorrendo principalmente em mulheres acima dos 40 anos de idade.

Nos últimos 20 anos vários autores descreveram diferentes sistemas de classificação para os pacientes com síndrome de Mirizzi, como: aguda vs crônica; variação anatômica do ducto cístico vs sem variação do ducto cístico; obstrução devido a cálculo vs obstrução devido à inflamação. As classificações de McSherry e Csendes são as mais utilizadas, por melhor guiar o manejo cirúrgico.

A sintomatologia, pode ser intermitente e pode dificultar o diagnóstico. Os sintomas mais comuns, observados em uma série de 77 casos, incluem: icterícia (96,1%), dor abdominal (88,3%), colúria (87,0%), vômitos (45,4%), emagrecimento (31,1%) e prurido (24,6%).13 A pesquisa diagnóstica deve incluir ultrassom (US) de abdome, tomografia computadorizada de abdome (TC) , colangiografia transparietohepática (CTPH) ou colangiopancreatografia endoscópica retrógrada (CPER).

O diagnóstico pré-operatório da síndrome de Mirizzi é muito importante devido a associação com lesões de via biliar iatrogênicas.

A ultrassonografia do abdome deve ser usada na triagem inicial e algumas vezes pode mostrar achados típicos de síndrome de Mirizzi, como cálculo grande imóvel no infundíbulo da vesícula biliar e dilatação do ducto biliar acima da obstrução mas normal abaixo dela. Tomografia computadorizada (TC) pode ser utilizada, entretanto, os sinais radiológicos não são específicos.

A colangioressonância e a tomografia computadorizada podem ajudar a diferenciar a síndrome de Mirizzi de malignidades do sistema biliar extrahepático.

A colangiografia endoscópica retrógrada mostrará as anormalidades dos ductos biliares e a fístula, entretanto, pode apresentar algumas complicações.

Apesar da era da colecistectomia laparoscópica, o método aberto deve ser o de escolha.

Mirizzi, síndrome de

Cirurgia Emergência Clínica Gastroenterologia

29

Artigo(s)
Relacionados
  • Cirurgia
  • Emergência Clínica
  • Gastroenterologia

Deseja ler sobre outras síndromes? Selecione abaixo a letra inicial da síndrome que você busca.
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z